Coxinhas e Mortadelas Dexaketo Textos

Coxinhas e Mortadelas – Capítulo 2

Capítulo Anterior

Após o beijo, Leazinha e Bernardo se olham carinhosamente, havia um afago inexplicável entre eles. Ela sorrir, ele fica bobo, e mesmo sem nenhuma palavra sair da boca de ambos, os beijos retornaram. Eles não consigam parar de se querer e se desejarem. Ao fim de meia-hora de beijos, eles resolvem irem conversar na areia da praia. Foi ali que a política começou a separar o casal.

Bernardo dizia a Leazinha que nenhum dia era melhor que aquele, já Leazinha afirma que o único momento de felicidade que teve foi encontrar Bernardo. Ele pergunta o que tinha ocorrido, ela fala que o golpe de poder dado naquele dia interferia no futuro e na estabilidade política nacional. Bernardo discorda e afirma que o Impeachment faria o Brasil se livrar da corrupção imposta pelo governo lulista. Leazinha levanta-se da areia revoltada. Bernardo pergunta o que aconteceu. Ela exclama que não ficaria aos beijos com um golpista. Ele por sua vez afirma que jamais iria querer uma petralhazinha. Os dois não se olham e vai cada um para o seu lado.

Em seus lares, Bernardo e Leazinha não conseguiam esquecer um do outro. Leazinha, que dividia um pequeno kitnet no Benfica, com Luiza, sua melhor amiga, se perguntou como alguém tão carinhoso podia ser um “Coxinha”. Enquanto isso, Bernardo buscava respostas com seu irmão mais velho, João. Morador de uma das coberturas mais luxuosas na Beira-Mar. Apesar de não se conhecerem e serem distintamente diferentes socialmente, Luiza e João dizem a mesma coisa para seus próximos: “Esquece essa pessoa, é alguém insignificante, que você beijou apenas um dia. Vida que segue!” Mas a vida não deixaria esse casal se separar assim.

Era o dia da posse definitiva de Temer, vice de Dilma, que assumiu seu lugar após o Impeachment/Golpe. Leazinha já estava na Avenida da Universidade pelo #ForaTemer , enquanto isso, Bernardo atravessava a 13 de Maio com o objetivo de chegar à Parquelândia. Porém, no cruzamento das duas avenidas, estava tudo parado, Bernardo tenta avançar para cima da petralhada, mas ao atropelar Leazinha, se arrepende do que fez, e a leva para o hospital. Eles não se reconhecem, porque ela estava com o rosto pintado com a estrela do PT, mas Leazinha sabia que era Bernardo. Ao chegarem no São Camilo, ao procurar um médico para ela, Bernardo percebe quem ele havia atropelado. Eles se olham, e mesmo com dores nas pernas, ela o beija. Ele também queria muito rever sua amada. A atendente do hospital pede para eles se beijarem outra hora. Leazinha faz os exames e ela estava ok, só colocar gelo na região atingida. Eles resolvem ir conversar no Shopping Benfica.

No shopping… Próximo Capítulo!

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: