A Dama do Benfica Dexaketo Textos

A Dama do Benfica – Capítulo 3

Capítulo Anterior

Após 40 minutos, João encontra Bernardo jogado no chão do banheiro e pergunta como ele tinha ficado bêbado com dois copos de cerveja. Bernardo afirma que não estava bêbado, tinha sido a dama de vermelho. Quanto mais ele explicava, mais “noiado”, o povo imaginava ele está. Bernardo afirma que alguém deve ter visto, João e Luiza resolvem deixá-lo em casa. No caminho até a parada, nada de anormal aconteceu. Bernardo já estava achando que estava louco.

Após a farra intragável da noite anterior, Bernardo só pensava em estudar. Já na UFC, na segunda-feira, ele ainda buscava respostas para o que tinha ocorrido, mas ele sabia que o gosto do beijo, o calor do corpo, todos os sentidos e sentimentos não podiam ser tão fictícios assim. Era impossível fazer alguma coisa da vida, se a cabeça estava naquela mulher misteriosa.

Ainda naquela segunda-feira, Bernardo foi ao RU (Restaurante Universitário). Enquanto almoçava, ele tem uma surpresa maravilhosa. A tal mulher misteriosa estava na fila. Ele não esboçou reação, esperou para ver o que ela faria, pois das outras duas vezes, ela que o atacou. Observando com a boca cheia de arroz, ele nota que diferente dos “ataques”, ela não parecia ser o mulherão endiabrado, mas uma menina até tímida, que nem amigos parecia ter. Vendo que ela almoçava só, ele resolve ir até ela.

Ao chegar na mesa que ela estava, Bernardo percebe que ela começa a ficar nervosa. Ele segura em sua mão e pergunta o porquê daquilo tudo. Ela fica ainda mais nervosa e diz não saber do que ele falava. Ela tenta se retirar, ele sorrir e pede para ela não ir. Ela já ia, quando ele afirma que ela estava mais bonita de camiseta e calça jeans com o cabelo amarrado do que toda produzida no vestido vermelho. Ela resolve voltar e sentar na mesa. Bernardo pede para conhecer mais sobre ela. Ela, então, volta a sentar na mesa, se aproxima dele e sussurra: “Não estraga o que está bom!” Bernardo, também sussurrando, pergunta porque ela o ataca. Ela disse que ele era uma paixão platônica dela desde o primeiro dia de UFC, mas não sabia como chegar nele, então, começou a fazer aquilo. Ela levanta da mesa e vai embora. Depois que ela já tinha saído do RU, é que ele lembra que não perguntou o nome da Dama. Ele corre, esquece o almoço, e vai atrás dela, mas a “Dama do Benfica” já havia sumido de novo.

Já saindo da bolsa, Bernardo encontra-se com Luiza, que o convida para um momento inesquecível mais à noite, no apartamento dela, que ficava no segundo andar dos prédios do Zezão. Ele tenta saber o que seria, mas sua irmã afirma que ele só saberá indo. Ele pensa em não ir, mas João suplica que ele vá. Pelo amigo e pela curiosidade, ele e resolve ir.

Quando chega no apartamento de sua irmã…

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: