Dexaketo Entrevistas Dexaketo Esportes Esporte Cearense Vôlei

Entrevista com Vitória Lima

Uma da principais revelações do Vôlei de Praia e do Esporte Cearense dos últimos anos, Vitória Lima, nos concedeu com toda a alegria do mundo, essa maravilhosa entrevista para o nosso blog. Colecionadora nata de medalhas, Vitória nos apresenta como é a vida de atleta fora dos holofotes. Á partir de 2023, nossa mullticampeã da base, mergulhará de vez no profissionalismo. Toda sorte do mundo a essa incrível atleta do nosso Vôlei de Praia Cearense ! Sim, gente, ela é incrível mesmo!

Quando você começou com o Vôlei? E no Vôlei de Praia?

Iniciei no vôlei de quadra em 2011. Em 2016, migrei para o vôlei de praia.

Para os curiosos, quais as principais diferenças entre o Vôlei de quadra e o de Praia, sentidas por ti?

As mais evidentes são o tipo de solo, o ambiente em que são realizados e o número de jogadores. As condições em que os jogos são realizados também são diferentes e isso é um ponto interessante no vôlei de praia, o qual acontece mesmo diante de muito vento ou chuva.

Como ocorreu a transição da Quadra para a Praia, e porque optou pela praia?

Iniciei no vôlei de quadra e eu jogava apenas na seleção do colégio. Na época, um dos meus técnicos da escola era do vôlei de praia, e então ele me fez o convite para iniciar os treinamentos na praia. Sempre tive vontade de me profissionalizar no vôlei, mas não sabia como era o processo e não conhecia nada. Então eu vi o convite dele como uma oportunidade para mim, apesar de, na época, preferir jogar na quadra. Desde então, comecei a treinar na praia, me apaixonei completamente pelo esporte e migrei de vez!

Qual foi o melhor e o pior momento como atleta?

O melhor momento foi a minha segunda classificação no torneio principal adulto, mas que valeu como a primeira! É nesse momento que vem à tona tudo que a gente faz dia após dia e o quanto a gente trabalha e abdica de coisas para chegar onde queremos. Essa sensação de realização é indescritível e uma das melhores que eu já senti.
E quando se pensa em pior momento… a primeira coisa que vem à cabeça são as lesões. Tive uma lesão em 2018 que me deixou distante do meu principal objetivo para aquele ano e, no meio de 2022, surgiu uma lesão no ombro que venho tratando junto à minha comissão técnica. Então são momentos difíceis, que exigem muita paciência e os quais nós só precisamos confiar.

Qual o maior sonho o esporte já lhe proporcionou?

Acho que nunca imaginei conhecer tantos lugares e pessoas incríveis, e o vôlei de praia me proporcionou isso. Além disso, ele já me trouxe diversas realizações pessoais, e ser campeã brasileira é uma delas.

Quais as metas mais ousadas para o próximo ano?

Eu diria que é estar no ranking do torneio adulto!

Quem são seus ídolos no esporte, você já teve a honra de conhecer ou até mesmo jogar?

Shelda e Larissa Maestrini. Conheci apenas a Larissa.

Como faz para conciliar vida social, universitária e esportiva?

Confesso que é muito difícil (kkkk) e eu concilio tudo na base da disciplina, dedicação e abdicação. O meu curso é integral, ou seja, tem aula praticamente todos os dias, de manhã e à tarde. Mas eu também treino todos os dias, à tarde. Então, para tentar contornar isso, eu diminuo o número de disciplinas no semestre para conseguir dar andamento às duas coisas. Mas, ainda assim, os conteúdos são muito densos, o que exige bastante de mim. Vida social? Quase não tem quando a rotina está “normal” (kkkkk). Mas eu tento dar uma fugida da rotina às vezes!

Um jogo inesquecível

Em uma semifinal, sendo o jogo de apenas 1 set de 21 pontos, estavámos perdendo de 14×20. Era uma dupla que eu já tinha perdido por várias vezes em competições nos anos anteriores. E nós conseguimos virar o jogo! Ganhamos de 22×20 e garantimos nossa vaga na final da competição!

Um recado para quem está começando agora no vôlei de praia.

Permita-se conhecer, aprender e se apaixonar pelo vôlei de praia! E o mais importante: persista. Não desista, mesmo quando as coisas parecerem difíceis. A recompensa vem e faz tudo valer a pena!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: