A Craque Dexaketo Textos

A Craque – Último Capítulo

Capítulo Anterior

O tempo passa e o ano era 2024. Antes da Seleção embarcar para as Olimpíadas de Paris, em solo brasileiro, tivemos a Final da Superliga. No camarote estavam Luiza e outros representantes do vôlei cearense, que tanto ajudaram Leazinha, enquanto que Seu João foi para arquibancada, porque ele gostava do chafurdo e de ouvir o povo rasgando elogios para sua filha. Ela estava em quadra, defendendo as cores do LEJ, sim o LEJ cresceu e chegou na Final da Superliga.

Com o Maracanãzinho lotado, o adversário era o poderoso Flamengo. Leazinha e Alê arrebentaram. Um 3×1 sensacional, aonde Leazinha foi a maior pontuadora e a vencedora do troféu Viva Vôlei, isso sem falar que foi eleita a melhor do Campeonato. Raí nem acreditava que era campeão da Superliga, com um time que a base era o time que ele trouxe desde o Sub-17. No fim da partida, Bernardinho avisou para Leazinha que ainda a levaria para o Flamengo, e parabenizou Raí pelo belo trabalho à frente do LEJ. Raí olha no fundo dos olhos de sua craque e afirma que ela estava pronta para encarar suas primeiras Olimpíadas.

Antes de embarcar para Paris, Leazinha deixou ingressos e passagens para Seu João, Luiza, Raí, Alê, Dandara e Bruno, sim o fisioterapeuta do LEJ era o novo “love” da craque. Quem disse que só Rayane pegava fisioterapeutas? Falando em Rayane, Leazinha a reencontrou antes de embarcar no voo Fortaleza-Paris. Rayane tinha virado Uber. Leazinha teve até medo dela mudar a rota, porém ela falava toda hora: “Ei, to vendo aqui para onde to indo, viu!” Rayane ficou com ódio no fim da viagem “Casa da Leazinha-Aeroporto”, isso porque a Leazinha deu só uma estrela para ela na avaliação. Rayane nunca ficaria tão feliz com uma vitória de Cuba.

Já em Paris, Leazinha fez uma primeira fase horrível, a ponto do Zé Roberto a colocar no banco. Entre a última partida da primeira fase e o jogo das Quartas contra a China, Leazinha recebeu a visita de Luiza, que como sempre foi a mãe que o esporte a deu. Depois das palavras da “mamãe”, Leazinha voltou a ser aquela menina brilhante da quadra do Flávio Marcílio. Entrando no terceiro set do duelo contra a China, virou peça decisiva no tricampeonato mundial da seleção olímpica. Foi titular e o nome do jogo contra a Sérvia nas Semifinais e contra os EUA na Final. O ponto do título, ela não marcou, mas a medalha de ouro estava no seu peito para o chororô sem fim de Luiza, Raí e Seu João.

A craque se tornou o que todos imaginavam, mas isso só foi possível, porque ela sempre teve o apoio de profissionais que a lapidaram e a sempre mostraram que a derrota são lições e as vitórias não são eternas. Leazinha, depois do Ouro de Paris, ainda foi Prata em Los Angeles. Depois disso, resolveu encerrar a carreira, voltar para Fortaleza, apoiar o vôlei cearense a encontrar novos talentos para seleção e para as equipes da Superliga. Ela precisava ser a Luiza de alguém.

Exatamente numa aula de Educação Física do colégio Monsenhor Linhares, o professor da disciplina avisou aos alunos que uma treinadora de Vôlei, campeã olímpica, que procurava por talentos em Fortaleza, estaria ali para encontrar novos craques para modalidade. Ela ainda não tinha tido o prazer de encontrar “A” atleta. Agora ela estaria a frente do projeto do Ruano Esporte Clube, já que Luiza virou presidente do clube, logo tinha carta branca, tinha o “olho clínico”, mas faltava a sorte. Entretanto, naquele dia, Leazinha encontraria Lorena. Exatamente no primeiro exercício, na primeira “bilada”, Leazinha captou todo o talento de Lorena, as vidas de Leazinha e Lorena estariam entrelaçadas para sempre, e o vôlei agradeceria!

FIM

Quer dizer, nada de Fim, o ciclo do vôlei brasileiro é eterno! (Que Lorena não encontre nenhuma discípula de Rayane no caminho KKKKK)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: