Bromismo Dexaketo Poesias

A Lua

De repente

A lua acaba com a escuridão

Permite com sua luz

Avistar o que a noite não mais permite!

Satélite natural,

Filha da Terra,

Rainha do amor,

Inspiração de qualquer poeta.

Não é só o mar

Que se deixa levar

Por tua força.

Querida, Lua!

Segue aí do teu canto

Encantando…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: