Dexaketo Esportes Dexaketo Protestanos Futebol

O Desrespeito Histórico à Pelé

O Brasil mostrou que não sabe valorizar sua história. Diante o velório do maior brasileiro de todos os tempos, os caras da modalidade, nem para dar o último Adeus ao rei.

Para Pelé, foram feitas justas homenagens, por parte da população de Santos, do Santos FC e de familiares. Vimos que participaram do velório, o presidente da república, Lula, o presidente da FIFA, Infantino, o da CONMEBOL, Alejandro Dominguez, o da CBF, Ednaldo Rodrigues, além de representantes do Palmeiras, do Botafogo, do São Paulo e do Real Madrid, e alguns raríssimos jogadores, como o gigante Zé Roberto, que inclusive carregou o Caixão. Lindo o cortejo da Torcida Jovem do Santos, mostrando que a Torcida Organizada não é só baderna, mas sempre reconhecimento aos maiores de sua equipe, e no caso, da história do Clube.

Lamentável a não presença de jogadores da seleção, principalmente, dos caras que exigiram da população um reconhecimento há poucos dias. Para exigirem, deveriam serem os primeiros a prestarem reconhecimento. Nosso descaso com Pelé fica evidente quando, por exemplo, o Flamengo marca a coletiva de apresentação do treinador no dia do velório de Pelé. Os jogadores acostumados a irem em festas, eventos “vips”, nesse momento, não podiam ir. Não é por nada, é por puro desconhecimento do que é “Respeito à história”. Jatinhos atravessam o mundo para “comer carne de ouro”, para estarem no “camarote do carnaval”, na festa do “Influencer”. Agora na hora de reverenciarem o maior da história do esporte deles, é inviável. As desculpas serão as piores, tenha certeza.

Absurdos que comentemos e mostramos que a única regra válida nesse país é a grana. Se os argentinos morreram junto com Maradona, ou os neerlandeses com Cruyff, para gente, pouco importou a morte de Pelé. Nem sequer feriado foi no país, nem no dia da morte, muito menos, do velório. É nítido que agimos, como diria o ex-presidente do país, só faltamos dizer: “E daí? Não sou nem coveiro!”

Obviamente, Pelé não era unanimidade, e nem todo mundo precisa gostar ou admirar o rei, mas as instituições nacionais, estaduais e municipais deveriam ter tido essa delicadeza. Os atletas, principalmente, do futebol deveriam prestar essa homenagem, mas esse é o Brasil, esse é o futebol brasileiro.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: