A Dama do Benfica Dexaketo Textos

A Dama do Benfica – Capítulo 1

Era uma noite como qualquer outra para um farreiro de Fortaleza. Bernardo andava bêbado da Praça da Gentilândia até a parada de ônibus na Avenida da Universidade. Bêbado como estava, nem percebeu que não estava na 13 de Maio. Exatamente em frente a portaria da Reitoria da UFC, na Rua Nossa Senhora dos Remédios, ele ver uma linda mulher vestida de vermelho. Ela se aproxima dele e diz safadezas deliciosas em seus ouvidos. Imediatamente, eles começam um momento sexual intenso e inesquecível!

Ao amanhecer, ele se encontrou deitado na Rua Paulino Nogueira, mesmo em frente à entrada do Banco do Brasil da Reitoria da UFC, com um colega o acordando com um espeto. Ele, ainda zonzo, pergunta o que estava acontecendo. O Colega, então, repete a pergunta. Bernardo lembra da loira, diz que teve uma noite inesquecível. Ao se deparar com a situação, examina os bolsos e percebe que até o celular ainda está lá. O colega se afasta dele. Bernardo fica muito encucado com tudo aquilo.

No período da tarde, Bernardo se encontra com sua irmã Luiza e conta o que aconteceu. Luiza afirma que já tinha visto bêbado esquecer as coisas, agora lembrar demais, é a primeira vez. Bernardo fica um pouco alterado ao ver que ninguém acreditava no seu “soft porn”, nem mesmo sua irmã. Irritado, ele para de contar a história e vai viver sua vida.

Era umas 19 horas, Bernardo estava na 13 de Maio, indo em direção da Avenida da Universidade, ir pegar o seu ônibus. Algo lhe dizia que ele devia mudar de caminho, então, ele mudou. Quando já estava perto do cruzamento da Nossa Senhora dos Remédios com Paulino Nogueira…

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: