Dexaketo Editorial Dexaketo Esportes Futebol LA LIGA - Campeonato Espanhol

La Liga ainda é a Liga das Estrelas?

Com a saída de Messi do Barcelona, a Liga espanhola confirma o fim de uma era, a era que viu o brilho do argentino por 16 anos com a camisa do time catalão, e do português Cristiano Ronaldo, por quase 10 anos no Real Madrid. Não só a dupla que orquestrou um dos momentos mais épicos do futebol espanhol, mas outros jogadores com nome no mercado trocaram o solo ibérico por de outras ligas, principalmente pela Premier League. Será que ainda é justo chamar o Campeonato Espanhol de “La Liga del las Estrelas”?

Desde a metade da década de 1990, a Liga Espanhola de futebol coleciona craques de nível internacional por parte de seus clubes, principalmente por Barcelona e Real Madrid, mas outros clubes ostentaram elencos recheados de jogadores incríveis, como no caso do Deportivo La Coruña, Valencia, Atlético de Madrid, Sevilla e Villarreal, para citar alguns clubes que conseguiram alcançar resultados históricos com equipes históricas que formaram em algum momento nesses últimos 30 anos.

Porém a saída de Messi, demonstra não só um duro golpe para o Barcelona, mas também nos apresenta uma situação não tão nova assim, o enfraquecimento da Liga em adquirir grandes nomes. Tirando Barcelona, Real e Atlético de Madrid, é difícil encontrar elencos fortes em outros clubes. Conseguimos até montar um bom time com Villarreal, Real Sociedad e Sevilla, mas vemos clubes tradicionais como Valencia e Athletic Bilbao sofrendo com constantes crises financeiras. Além disso, o campeonato vem testemunhando cada vez menos equilíbrio, entre os jogos que envolvem os principais clubes e os que não envolvem. O nível técnico demostrado até impressiona, é como se fossem jogos de campeonatos de divisões distintas. É ver um Real Madrid x Barcelona de nível altíssimo, mesmo com a saída de seus antigos protagonistas, e um Alavés x Getafe, em um nível de La Liga 2.

A Liga Espanhola não perde seu charme, não perde sua tradição, mas o título de Liga das Estrelas, hoje é da Premier League. O tempo pode devolver esse status para o solo ibérico, porém é necessário reorganizar e buscar reaproximar o nível técnico dos clubes, porém mantendo num patamar forte. Messi jamais será maior que Barcelona e que La Liga, mas sua saída foi reflexo de um momento em que o brilho do Campeonato Espanhol não é o mesmo de outrora.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: