Bromismo Dexaketo Poesias Todos

Poema da Tarde

Calma, a vida é boa!

O problema somos nós.

Sempre queremos o melhor

mesmo sem saber o que é melhor.

A vida é um jogo filosófico,

de “sins” e “nãos”,

Um jogo poético,

onde nem sempre os versos rimam.

Calma, isso é só um começo.

Há outras vidas depois desta?

Quem sabe, não posso afirmar, nem negar,

sou mais um no meio do mar das dúvidas.

 

O que é a vida, se não uma sequência,

uma linha reta, onde o que foi, foi mesmo,

que quase nunca dá pra voltar,

e se voltarmos, já não é a mesma coisa.

Poderia tá trabalhando, ganhando dinheiro,

mas to aqui escrevendo esta poesia.

Poderia está mudando a sociedade,

mas to no “banco de reservas” nesse jogo.

Cada um tem sua vida,

cada um sente o que é melhor a si.

A razão finge que sabe,

mas só a emoção leva ao céu.

Não pense … sinta!

Olhe ao lado, olhe a frente.

Não desista!

Se supere a cada minuto.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: