Bromismo Dexaketo Poesias

Sangue de Gente

Podem dizer o que quiserem

Podem falar mal de nós

Mas aqui tem sangue de gente

Não sou nada mais que isso!

Erro

Acerto

Arrisco

Peco

Vivo a vida como posso

Luto com as armas que tenho

As vezes até invento algo novo!

Me Deixem!

Só quero paz para sorrir

E uma vida para chamar de minha!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: