Dexaketo Poesias Neorromantismo

Minha Adorada

Minha adorada

Que tanto me ama

Que transborda carinho

Que não tem medo de me amar

Minha adorada

Não chore

Dê aquela gargalhada gostosa

Expresse tudo o que pense.

Minha adorada

Não tenha vergonha desse corpo

Que tantas vezes me deixou louco.

Minha adorada

Sei que estamos conectados

Independente de como a vida queira.

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: