Bromismo Dexaketo Poesias Neorromantismo

Coração Arengueiro

Maldito coração

Que alimenta um amor

Que não será correspondido

Mas que satisfaz o ego.

Coração arengueiro

Que me aperreia o juízo

Que muda minha rota

E que insiste em amar aquele alguém.

Coração safado!

Deseja bocas, seios e peles,

Mas insiste em amar só aquela pessoa!

Não te escuto, coração!

Nessa armadilha não caio…

Exatamente, tô no Uber, indo pra casa dela!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: