Bromismo Dexaketo Poesias

Que se Abram as Portas!

Ao me desesperar

Te procurei

Te achei

e tudo mudou!

Quando tudo parecia perdido

e eu estava iludido

A vida se refez

Com novos caminhos que surgiram.

Há um luz

Há uma esperança

Há vida!

Que se façam alianças

Que se deixe fluir

Que se abram as portas!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: