A Morta Dexaketo Textos

A Morta – Capítulo 15

Capítulo Anterior

Xangô pede para Boraiev e Leazinha descerem com urgência. O que seria? Ao descerem, Leazinha e Boraiev veem a polícia prendendo João. Boraiev começa a rir, Leazinha pergunta se a polícia “tá de brincadeira!” Segundo os policiais, câmeras mostram que João foi o único suspeito a entrar no banheiro, e só as digitais dele foram encontradas no pano. Além disso, a paixão platônica dele, podia o acusá-lo, com o famoso “Se não é minha, não é de ninguém!” Leazinha encarna em João, Boraiev avisa para Xangô que ela foi de teimosa. Quando João entrava no camburão, ele grita, já encarnado: “Vocês são idiotas assim mesmo. Eu amo aquela GOSTOSA da Leazinha, como eu ia matar a mulher que eu queria transar toda noite? Eu queria fazer ela gemer baixinho no meu ouvido, e não assassiná-la! Quem a matou foi….” Sim, Leazinha, via João, gritou o nome do assassino. A PM , então, o leva para prestar depoimento. Boraiev só rir daquela doidice toda.

No carro da PM, Boraiev fica ao lado de Leazinha, que não desencarna de João. Ele explica que ela está fazendo loucura. Que eles deviam ajudar a PM encontrar o verdadeiro culpado e não encarnar em João e contar tudo que eles só sabem porque estão em outro plano. Leazinha fala que Boraiev era o último que podia falar alguma coisa, um ex-vampiro que matou milhões não devia falar no que era ético. O PM que dirigia a viatura pergunta se João estava bem, e quem era esse vampiro. Boraiev pede para Leazinha ficar calada, porque o que ela fala, sai no corpo de João. Leazinha manda Boraiev ir para merda. O PM se invoca e diz que prenderá João por desacato. João encarnado pede desculpa e pede para o PM acelerar, ele precisava dizer a verdade. Boraiev avisa que subiria para distrair Xangô, para evitar punições para Leazinha. O outro PM do carro responde: “Eu to aqui, não precisam esconder nada de mim! Eu sou o mais interessado em resolver esse caso!” Boraiev e Leazinha percebem que o chefe estava ali. O PM que não estava encarnado afirma que pedirá folga após aquele caso.

Já na delegacia, João encarnado estava diante o delegado quando…

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: