Dexaketo Poesias Neorromantismo Todos

Bendito Dia

Que seja bendita aquela tarde de Outubro,

Aquele momento único

Que não sai de minha cabeça

Que vive em meus pensamentos!

A sua boca macia,

Sua pele arrepiada,

Sua inteligência aflorada

Com poucas palavras escritas no papel.

Teu cheiro habita minha alma

Me faz sentir culpa

Por não te mostrar tudo o que ali senti

Bendito dia que jamais esquecerei

Porque jamais esquecerei teu sorriso

Você é o pecado que amaria cometer!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: