Bromismo Dexaketo Poesias

Que Venha o Que Vier

Diante o que pensei,

o que fiz é insignificante!

Mas diante o que conquistei

É tudo gratificante!

Quanto mais luto,

Menos tenho!

Posso está cansado,

mas sou teimoso e resisto!

Meu sangue é guerreiro!

Mas minha mente é insegura

Maldito coração de menino!

Que venha o próximo dia!

Que venha o próximo ano!

Que venha o que vier!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: