Bromismo Dexaketo Poesias Todos

Exagerado

Impondo meus excessos,
Berra meu lado hipérbole!
Alma de Novela mexicana
Com trilha sonora do Cazuza!

Diante o desespero do nada
E o descontrole do tudo,
Meu coração pulsa forte
Tirando os Sangues da veia!

Jamais seria um Amo ou odeio,
Pois meu orgulho democrata
Não faria propaganda da ditadura!

Que essa vida é uma aventura,
Mas nada é lindo que você nua
Exagerado é meu apelido favorito!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: