Dexaketo Poesias Neorromantismo Todos

Coração

Eita, coração danado!
Cheio de pensamento safado,
Mas sempre controlado
Diante a fama de malvado!

Coração que pulsa
Que preza pelo imponderável
Totalmente sonhador
Diante as circunstâncias da vida!

Quem sou eu para julgar
O que me faz sentir vivo
Mesmo que eu seja um iludido!

Esse coração é uma criança
Que me faz ter esperança
Que hei de viver uma poesia!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: