Dexaketo Textos Um Pouquinho de Amor Não Faz Mal a Ninguém

Um Pouquinho de Amor Não Faz Mal a Ninguém – Penúltimo Capítulo

Capítulo Anterior

No Iguatemi, Lauro ainda fugindo da PM, passa por Kiara, a reconhece e a pega para refém. Nesse momento, eu chego, vou até aonde está o chafurdo e me deparo com a cena. O que aquele louco iria fazer com ela? Ele me ver e começa a gritar: “Senhoras e senhores, és aqui a desgraçada da minha filha! Se hoje, deixei de ser o homem honrado que sempre fui, ela é a culpada! Uma sapatão! Vai direto para o inferno! Eu, como um homem temente a Deus, jamais permitirei que esse tipo de ser ande pela Terra! Gente nojenta! Gente que não respeita as leis do Santíssimo! Não tem outro caminho! Essa bosta que faço de refém, me fez matar meu filho, porque disse a ele que era Transexual, o que é uma mentira, porque esse tipo de ser é filho da mentira! Mas aqui acaba tudo, pelo menos para essas duas!”

Quando Lauro cala a boca, ele dar um tiro à queima roupa na cabeça de Kiara! Quando sua arma já se redirecionava para mim, o Sargento Martins, que estava na operação, o acerta em cheio! Eu queria correr para agradecer Martins, mas naquele momento, fui em direção à Kiara. Quando a peguei, ela já estava fria e com muito sangue escorrendo na cabeça. Martins pede para eu me afastar e pergunta se estou bem. Eu começo a gritar e chorar no mesmo instante. Pergunto o que eu tinha feito para ver tanta morte, será que amar diferente era proibido. Já tinha perdido Luiza, e agora Kiara. Ambas mortas apenas por não serem Heterossexual. Martins se aproxima de mim e diz que, infelizmente, todos os dias, em todo o Brasil, morriam dezenas exatamente por não seguirem a orientação heterossexual. Eu, que estava de joelhos no chão, me levanto e começo a berrar, perguntando a todos que estavam ali de curiosos, porque amar era proibido. Por que eu não podia amar, mas os homens podiam trair? Por que eu não podia amar, mas pais e filhos podiam se matar? Por quê? Qual a diferença de eu beijar uma boca de mulher sendo mulher? O que isso mudaria a cotação do dólar ou aumentaria a fome no mundo? Depois disso, torno a chorar. Sargento Martins me leva com ele para a delegacia, ele me salvou e eu, agora, o salvaria de ser preso, pois contaria que ele fez por mim diante o maníaco que morreu.

Diferente da morte de Luiza, a morte de Kiara, como ocorreu numa invasão a um grande Shopping da cidade foi noticiada por dias. A discussão era justa, era necessário mostrar quantas de pessoas morrem por dia, apenas por não serem heterossexuais. Quantas Kiaras e Luizas morrem por aí? Será que eu sobreviveria até o fim dessa história? Eu passei vários dias “malzona”, nem de casa saía, puro medo de morrer. Bernardo não saiu do meu pé, virou um grude só comigo. Faltou a faculdade e ao trabalho para cuidar de mim, junto de minha mãe e pais postiços. Era bom ser mimada, mas o motivo daquilo tudo acontecer, não me deixava sossegar.

Algum tempo passou, eu voltei a minha vida normal e …

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: