A TURMA Dexaketo Textos Todos

A Turma – Capítulo 17

Capítulo Anterior

Luiza, sentada ao lado do trio, pede para os 3 olharem para a lua. Os 3 olham. Ela, então, pergunta se eles eram tão manés assim, de estragar uma noite linda como aquela, por causa de ciúme, platonismo e arenga. Os 3 se olham e riem, principalmente, pela entonação que a Luiza fez quando falou arenga. Luiza rir e pede para os 3 voltarem para mesa, pois nenhum ali era criança. O trisal ria, até que Yasmin olha para Bernardo e diz: “Porque tu se apaixonou pela Leazinha, e não pela Luiza? Foi porque ela não arengou direito contigo?” Luiza rindo, pede para a primeira-dama de Timbone parar com o bullying, Yasmin pede desculpas rindo e diz que pagaria uma rodada de Skol para todos. Leazinha rir e diz: “Agora já sei porque fui trocada kkk Tua mulher é sensacional, Bê.. Bernardo!” Quando os quatro chegam na mesa, João e Rael estavam todos lambuzados de picolé, Suellen ria, com aquela risada gostosa de criança, que logo animou todo mundo.

Depois de altos papos, Leazinha agradeceu a todos por salvarem aquela sua noite, pois foi chocante o que ela viu em casa. Yasmin também agradeceu a todos, pois há tempos não se divertia de maneira tão barata e simples. Como filha de “Coronel” do interior, ela só sabia o que era requinte e o luxo, visto que seus pais, desde cedo a ensinou apenas isso, e as festas nem eram tão animadas assim. João rir e concorda, pois também era filho de prefeito, mas, segundo ele, sua sorte foi estudar na Capital desde sempre, e também ser pobre, quando chutaram seu pai da prefeitura. Ele afirmou que se a alegria do pobre e o dinheiro do rico se juntassem, era a vida perfeita. Bernardo e Rael começam a chorar. Os outros perguntam o que houve, ambos falam que o camarão deles veio muito apimentado. Se não tivesse marmota, não era a Turma.

Já era quase meia-noite, quando cada um foi para o seu lado. Agora era voltar a rotina. Bernardo, Yasmin e João contrataram um motorista para levá-los para Timbone. Rael e Luiza foram dormir com Leazinha em um hotel, Leazinha não tinha coragem para voltar pra casa naquela noite. O duro seria viver o dia seguinte, depois de uma noite de sábado tão empolgante.

Mas o tempo corre, já era segunda-feira, quando João e Bernardo acordam aos gritos de Yasmin. O que seria?

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: