Dexaketo Textos Um Pouquinho de Amor Não Faz Mal a Ninguém

Um Pouquinho de Amor Não Faz Mal a Ninguém – Capítulo 13

Capítulo Anterior

No fim da noite de uma sexta-feira, eu já estava pronta para “namorar minha cama”, quando Bernardo e Marcela me chamaram para ir curtir a noite com eles na Varjota. Eu disse que já eram quase 22 horas, mas eles não estavam nem aí, deixaram de me aperrear no whatsapp e bateram na minha porta. Eles me convenceram e eu fui… Ainda bem! Chegando no Carneiro do Ordones, a gente sentou no lado de fora, gostamos do vento que vem da Canuto de Aguiar. Começamos a tagarelar de Dragon Ball Z às alianças políticas que existiam no Brasil. De repente, senta na mesa à frente uma das meninas mais lindas que vi na vida. Queria disfarçar, mas meus olhos estavam vidrados! O melhor de tudo foi ver ela correspondendo. Antes de chegar nosso carneiro, resolvi dar uma de doida e convidei a menina para comer com a gente, já que ela estava tão sozinha na outra mesa. Ela aceitou, foi então, que meu coração disparou tão rápido que parecia o Lewis Hamilton em SPA Francorchamps.

Antes de chegar o carneiro, eu comecei a interrogar a menina de maneira descarada. Ela só respondia e ria. Marcela e Bernardo seguravam o riso. Bernardo até falou no ouvido de Marcela: “Nunca vi a Leazinha tão atirada!” Eu a queria muito, desejava beijar logo aquela boca macia, a tê-la em meus braços e sentir o quão gostoso podia ser, tê-la comigo na cama. Aquela menina era um tornado de altas proporções para mim. Logo após saber que seu nome era Kiara, ela me beija, um beijo que feria o pudor de um lugar tão recatado. Logo, ela me pegou pela mão e fomos para um lado menos movimentado, no escurinho da Coronel Jucá. Quem passava pela rua achava que estava no Benfica. Duas mulheres se beijando calorosamente não era comum por aquelas bandas da cidade. Após saciar seu desejo, Kiara e eu retornamos para o restaurante. O chato dessa história foi que os gulosos do Bernardo e da Marcela devoraram quase tudo, deixando só o resto para mim e Kiara.

Depois de sairmos do Ordones, resolvemos andar um quarteirão e curtir a noite no Floresta Brasil, que ficava na República do Líbano. Dançamos, cantamos, bebemos e beijamos. Cada casal no seu quadrado. Em algum momento, lembro de Kiara propor troca de casais, ela estava louca pra beijar Marcela, mas Bernardo e Marcela eram recatados demais para tentar algo do tipo. Então, Kiara me puxou para o canto e fez o que quis comigo. Nos separamos do casal “Malhação” e fomos para o apartamento dela, que ficava na Frei Mansueto. Chegando lá, vivi algo que não vivia desde os encontros escondidos na casa de Bernardo. Era muito bom ser eu mesma sem o medo de ter um drone invadindo minha privacidade. Viramos a noite nos amando e ainda nos pegamos um pouco da manhã. Foi tudo perfeito!

No dia seguinte…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: