Dexaketo Textos O Retorno de Boraiev

O Retorno de Boraiev – Capítulo 4

Capítulo Anterior

A ordem para o pequeno exército de 20 vampiros era trazer pessoas ambiciosas e sem escrúpulos. As outras pessoas que fossem mordidas não poderiam sobreviver, era morder e matar. Boraiev não falava que as almas desses mortos eram devoradas por ele, apenas Luiza sabia desse talento do Poderoso. Os ataques precisavam ser cautelosos, nada de “morder geral”. Tinham a eternidade para criarem o poderoso Exército, não podiam pecar na seleção dos soldados e generais. A ideia era dominar Fortaleza em 1 mês.

O que Boraiev não sabia era que no Pirambu moravam dois irmãos que podiam acabar com tudo aquilo. Bernardo e Leazinha não sabiam, mas eram descendentes do grande Pajé que derrotou Boraiev há 1500 anos. Bernardo era um garoto que sonhava em ser um programador de jogos virtuais, enquanto Leazinha queria ser historiadora. Eles só não sabiam que a vida deles mudariam para sempre.

Após 1 dia de ataques, o exército de Boraiev triplicou, mas a base seguia sendo o Condomínio da Beira-Mar. A ideia era aniquilar a humanidade no Meireles e Mucuripe em 5 dias. Apesar do alto número de mortos, a população acreditava que era apenas mais uma guerra entre as facções, o que facilitou a vida de Boraiev, o sentimento de que nada estava acontecendo era um néctar para suas ambições. Luiza já ocupava o cargo de confiança ao qual foi prometida. O que ela não sabia era que Boraiev não gostava de compartilhar protagonismo.

O tempo passou e …

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: