Dexaketo Textos O Retorno de Boraiev Todos

O Retorno de Boraiev – Capítulo 2

Capítulo Anterior

Após 1500 anos, Boraiev não imaginava, mas sua sorte estava prestes a mudar. Em 2019, a prefeitura de Fortaleza resolveu reformar a Beira-Mar, como uma iniciativa para atrair mais turistas para a capital cearense. Para ampliar a faixa de areia, grandes embarcações puxaram areia do mar para o continente. Uma certa noite, a esfera de Salimeni foi retirada do fundo do mar para o continente, em meio àquelas toneladas de areia. Ao ser despejada, a esfera rachou. Boraiev estava liberto, porém, somente no formato de alma. Ele precisava apossar de corpos para retornar plenamente.

Naquela noite, o movimento na Beira-Mar era baixo, ainda mais com a Reforma. Era raro passar alguém ali depois das 21 horas (a esfera rompeu as 22 horas e 37 minutos de 7 de Maio de 2019) mas o que era esperar um ser humano por algumas horas, para quem esperou mais de um milênio para ser libertado. A alma só podia vagar à noite, pois ele era um vampiro, não podia ver o sol, mas Boraiev estava esperançoso em seu glorioso retorno.

Quando tudo indicava que não seria na primeira noite que Boraiev somaria seus primeiros mortais, a ponto dele pensar em retornar para a esfera, já próximo das 5 da manhã, um casal de jovens resolveu se “pegar” durante o nascer do sol, mas chegaram um pouco antes para aproveitarem a praia quase deserta. Era o que Boraiev precisava.

Quando o casal começou a namorar, dentro das imensas tubulações que lá estava expostas, o espectro do vampiro empoderou-se dos corpos de ambos, sugou suas energias vitais  e retornou a esfera, visto que a quantidade de energia não era o suficiente para ele encarnar, mas o suficiente para o jovem casal morrer.

No dia seguinte, ninguém entendia a morte do casal. Todo tipo de teoria apareceu, mas nenhuma justificava o fim dos “pombinhos”. Porém, ninguém se preocupou com aquelas mortes, oficialmente, a violência na cidade estava tão grande, que toda morte já estava banalizada. O casal caiu na boca do povo como drogados, mesmo sem comprovação, mas quem disse que brasileiro precisa comprovar algo antes de espalhar o boato.

Próximo da 7 da manhã, uma mulher que morava pela Beira-Mar, resolveu fazer um cooper pela faixa de areia. Quando ela se aproximou da área do Boteco, avistou aquela bela esfera, que logo a seduziu pelo brilho e pela quantidade de ouro que ela aparentava ter. Ela pegou a esfera e levou para casa. Era o começo do fim!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: