Dexaketo Esportes Dexaketo Você se Lembra Futebol Partidas inesquecíveis Todos

O Rebaixamento do Fluminense para Série C

Em 1998, o Fluminense disputaria a Série B pela primeira vez (e até hoje única vez). Naquele ano, o Flu se tornaria o primeiro grande do eixo Rio-SP a jogar uma Segunda Divisão advinda de um rebaixamento, e olha, que isso poderia ter sido um ano antes, mas graças ao Tapetão, o Flu foi salvo.

Naquele ano, a Série B tinha 24 clubes, que estavam distribuídos em 4 grupos com 6 equipes. Classificavam para a fase seguinte, os 4 melhores de cada chave. Os 6 últimos, independente de grupo, eram os rebaixados.

O Fluminense jogou apenas as 10 partidas da primeira fase, pois não conseguiu avançar para a Segunda Fase, e o pior, conseguiu a proeza de ser o único grande do eixo SP-RJ-MG-RS à chegar a Terceira Divisão.

O rebaixamento do Fluminense aconteceu no último jogo da primeira fase, quando não conseguiu superar o ABC de Natal no estádio Machadão. Veja a reportagem deste vergonhoso dia no vídeo abaixo. O pior é o negacionismo por parte dos dirigentes, que ameaçavam ir ao tribunal revogar a tragédia ocorrida em campo.

O Fluminense jogaria a Série C de 1999, conseguiria subir para a Série B em campo. Porém, em uma jogada suja do Clube dos 13, em meio a turbulência ocorrida no ano de 2000, o Fluminense subiria direto para a Série A. Até hoje, a frase “Pague a Série B”, se refere a tal episódio. Apesar dos absurdos já ocorridos no futebol brasileiro, o Flu é o único time que conseguiu subir da Série C para Série A desde que o Brasileirão surgiu.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: