Bromismo Dexaketo Poesias Todos

Rapadura

Oh, adorada rapadura!

A forma mais bela do açúcar,

néctar dos deuses do Ceará,

símbolo moral do meu Nordeste!

Delícia apreciada pelos grandes paladares.

És fonte de força e bravura,

uma mistura de resistência e doçura,

Como és deliciosa, oh, rapadura!

Vós é inspiração para minha poesia,

e do meu estômago a alegria.

Um alimento que sempre vou amar.

Estou sedento de teu prazer,

mas sei que isso vai passar,

e eu vou voltar a te deliciar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: