Dexaketo Poesias Neorromantismo Poemas-Enredos Todos

A Mina da Televisão

Quando a vi pela primeira vez foi paixão.

Sei que você nem sabe que existo,

mas te amo, Mina da Televisão.

Pois sua audiência, é todo o meu coração.

Eu queria entender como isso pode acontecer,

mesmo sem te ver,

mesmo sem te conhecer,

sinto o que estou sentindo?

Oh, mina da televisão!

O que posso fazer para te tirar do coração?

Moro a léguas de ti,

e sei que namoras um jogador do Real Madrid.

Sei que se eu te falasse o que sinto, 

iria pensar que só faço isso porque tu és famosa.

Mas não é.

Pois o que fez meu coração pulsar é o tal do amor.

Existem muros entre nós,

Universos paralelos,

que por serem paralelos,

nunca se encontrarão.

Achei um lixo,

vou neste jogar meu coração.

Acho que terei que aprender a lição,

e não pensar na mina da televisão.

Eu vejo ela a sofrer nas fotos com aqueles caras,

Vejo em seus olhos a falta de um amor.

Mas o que posso fazer?

Tão liso, tão longe, e sem achar uma solução.

Tenho que conseguir rápido,

eu tenho que a salvar.

Não posso perder quem julgo A mais bela.

Fui no lixo e reciclei meu coração.

Fiz de tudo para chamar sua atenção,

redes sociais, videos, canções e nada.

Eu a sentia abandonada.

Senhor, me diz o que faço …

FIQUEI FAMOSO PARA PUDER VÊ-LA,

PARA PUDER TÊ-LA.

MAS SINTO QUE ELA CONTINUA DISTANTE,

IMPOSSÍVEL DE, POR MIM, SE APAIXONAR.

PEDI A UM AUTOR DE NOVELA

SE PUDERIA ME FAZER UMA CENA PARA FICAR PERTO DA BELA.

ELE DISSE QUE TENTARIA ME AJUDAR,

A DIRETORIA ACEITOU E ERA A VEZ DE SE JOGAR.

A CENA ERA DE PAIXÃO, 

A CHUVA OCORRIA

E ELA PARA RUA IA,

E EU IRIA ATRÁS PARA DAR-TE UM BEIJÃO!

ELA SENTIU O QUE EU SINTO,

ELA GOSTOU DAQUELE BEIJO,

MAS QUANDO A CENA ACABOU,

TUDO AO NORMAL VOLTOU.

PARECIA QUE MEU SUPLÍCIO NÃO TINHA FIM,

NADA DAVA CERTO PARA MIM!

ELA JÁ ESTAVA COM UM TAL DOUTOR,

E NUNCA COM O MEU AMOR.

JÁ DESISTINDO DESSA VIDA DE ATOR,

UM OUTRO ATOR MEU AMIGO DISSE QUE IRIA AJUDAR.

SERÁ QUE DESSA VEZ IA ROLAR?

DEPENDE DE QUEM LEU TER DÓ DA MINHA DOR!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: