Dexaketo Poesias Poemas-Enredos Todos

O Tímido Garoto que não Sabia Dizer que Amava

Uma breve história lhes vou contar,

um enredo de amor, humor, para vocês vou rimar.

Um garoto que resolveu se apaixonar,

mas seu amor não conseguia demostrar.

Quando ele a viu, logo sentiu seu coração palpitar,

nunca antes ele havia isso sentido,

mas uma barreira ele teria que enfrentar,

o estranho jeito que achar um “Não” iria escutar.

O medo dela o desprezar,

fez ele esse sentimento, para si, guardar,

Ele viu várias outras bocas ela beijar,

mas nunca se fez incomodar.

Seu jeito travado, era por todos percebido,

todos viam o jeito que ele a enxergava.

Aquilo que ele sentia, não conseguia definir,

mas para ela, ele parecia não existir.

O sofrimento fazia esse garoto num mar se afogar,

mas em um mar tão fundo, tão fundo,

que poderia tirá-lo deste mundo,

não como morto, mas como algo que parecia pior.

Os amigos não sabiam quem parecia mais burro!

Se ele, que insistia em aquele sentimento não declarar,

ou ela não perceber que ele vivia a amar.

Mas os amigos eram os mais burros, por nada fazer para ajudar.

Ele seguia a sofrer, mas nada insistia em dizer.

Mas a única coisa certa, era que ninguém sabia nada fazer.

Naquela história, estavam todos a se perder.

E aí, o que virá a acontecer?

E O TÍMIDO GAROTO NÃO MAIS QUERIA SE DECLARAR,
JÁ ESTAVA ACOSTUMADO A SOFRER E NUNCA AMAR.
“SE GOSTO DE PERDER, PARA QUE QUERO GANHAR?”
DECLAMOU O GAROTO, QUE FINGIA NÃO QUERER CHORAR.

AQUELA GAROTA INSISTIA EM NÃO OLHAR
E NÃO PERCEBER, O QUE ESTAVA A ROLAR.
ENTÃO, UMA DOCE AMIGA COMEÇOU A AMAR
AQUELE MENINO QUE TINHA MEDO DE SE APAIXONAR.

ELA SABIA QUE ELE SÓ PENSAVA NAQUELA IDIOTA ILUSÃO,
ENTÃO, ELA MOSTROU O QUE TINHA EM SEU CORAÇÃO,
E LOGO LHE TASCOU UM BEIJÃO,
ELE ADOROU E DO AMOR GOSTOU.

A MENINA QUE NADA PERCEBIA,
AGORA VIA AQUELE SER QUE A ADMIRAVA,
SEM MESMO ELE NOTAR SUA PRESENÇA,
ELA SABIA QUE HAVIA ALGO NESSA DESAVENÇA.

ELA ENTÃO PERCEBEU,
QUE O AMOR DAQUELE TÍMIDO GAROTO, ELA PERDEU.
E QUE, FINALMENTE, UM NOVO AMOR ELE CONHECEU.
SÓ ENTÃO SAIU DO SEU MUNDO TÃO EU.

COMO UM LINDO AMOR ELA PODE PERDER,
MAS JÁ ERA TARDE DEMAIS PARA PERCEBER,
PORQUE AQUELE NOVO AMOR FAZIA O MENINO VIVER,
E DE AMORES, SEUS SONHOS PASSOU A SER.

ELA NÃO CONSEGUIA MAIS SE PERDOAR,
ATÉ QUE UM OUTRO TÍMIDO ELA COMEÇOU A AMAR.
QUEM DIRIA, QUE O AMOR É TÃO ESQUISITO,
DÓI E PASSA TÃO IGUAL A PICADA DE UM MOSQUITO.

AMO, LOGO EXISTO.
E ESSE POEMA ENCERRO AO DECLAMAR,
E SE DE AMORES, UM DIA EU NAVEGAR,
NESTE MAR, SINTO QUE IREI ME AFOGAR.

MAS O TÍMIDO GAROTO QUE NÃO SABIA DIZER QUE AMAVA,
NÃO MAS DO SEU GRANDE AMOR LEMBRAVA,
POIS EM SUA EX-AMIGA, ELE PASSOU O AMOR ENCONTRAR,
E NESTE APRENDEU A AMAR, AMAR E AMAR.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: