Dexaketo Poesias Neorromantismo

Meu Anjo e Meu Demônio

Não sei,

mas você me parecia outra,

é como se tivesse

com a alma de outra pessoa.

Aquela menina recatada,

agora era um furacão descontrolado.

Os beijos contidos

agora eram carícias sem censuras.

Como sou sortudo,

tenho duas mulheres numa só,

para o mesmo bobo safado.

Como sou sortudo,

tanto teu anjo, como o teu demônio,

Me adoram!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: